Com a reforma, as Aposentadorias no Brasil
mudaram e por isso, ficar atento ao que vai estar diferente é a melhor forma de
estar devidamente planejado. Para conseguir contabilizar os benefícios, as
contribuições que foram feitos durante a vida serão levadas para conseguir
valer com as alterações.

O valor final continua dependendo do período de
contribuição de cada um, agora precisando de 40 anos para obter direito a todo
benefício, no caso dos homens. Para as mulheres, a mudança agora é de 35 anos.
A reforma que ainda não foi aprovada já mostra como o seu cenário vai ficar.

Como ficam as Aposentadorias no Brasil?

Previdência: Entenda como a Reforma Muda o Valor da Aposentadoria (Foto: internet)

Com a reforma ainda sendo votada e sem estar finalizada,
alguns benefícios como o das Aposentadorias no Brasil estarão com algumas
mudanças. A maneira com que será calculado os previdenciários e seus benefícios
estará sendo feita é diferente. Com uma nova regra, o valor da aposentadora é
menor para quem ficar um tempo em inatividade.

Hoje em dia, os cálculos previdenciários contam com somente
80% das contribuições que o trabalhado de iniciativa privada teve ao longo da
sua vida. Os 20% que são menores, são retirados da conta, o que faz com que o
valor que o segurado consiga receber mensalmente seja maior. Quando a reforma
entrar em vigor, o valor para ser calculado vai ser a média de 100% das
contribuições concluídas pelo trabalhado na sua vida.

Além de passar a contar com essa nova regra, o benefício
final só vai ser definido de acordo o tempo de contribuição do trabalhado.
Assim, quem acabar contribuindo por pouco tempo, vai ter uma aposentadoria
mensal menor ainda. O valor, no entanto, não vai poder ser menor que um salário
mínimo.

Diferenças e regras de transição

Para as mulheres que já estão dentro do mercado de trabalho
e aquelas que ainda vão entrar, vão poder se aposentar aos15 anos de contribuição,
partindo de 60% do valor deste benefício. Os homens, esses 15 anos vão ser só
para aqueles que já trabalham. Quem ainda vai entrar no mercado de trabalho,
vai ser de 20 anos, com apenas 60% de direito ao benefício. A cada, o
percentual vai subindo até que consiga atingir os 100% que fica com 40 anos
para os homens e com 35 para as mulheres.

Pela reforma, não vai ser possível se aposentar antes do
tempo de contribuição, mudando as Aposentadorias no Brasil. Com a idade mínima
de 65 anos para os homens, e de 62 anos para as mulheres. Aos que começaram a
trabalhar já, vai contar com diferentes regras de transição que podem ser
escolhidas.

Para os servidores federais, as novas regras de
Aposentadorias no Brasil têm mais vantagens. Eles continuam com a aposentadoria
sendo igual ao salário que era recebido na carreira, sendo equivalente ao
último salário, o que costuma ser bem mais alto. Esse é um benefício que
continua permanecendo na reforma, também permitindo que os inativos tenham os
mesmos reajustes que os da ativa.

Tags
No Tag

No responses yet

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

NOSSO CALENDÁRIO
December 2019
M T W T F S S
« Nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
AS MAIS IMPORTANTES